11 de maio de 2020

Confira dicas para cuidar da saúde emocional das crianças

 

Momentos como o que estamos vivendo, em que as rotinas foram alteradas e os pequenos estão privados de muitas atividades que faziam, podem mobilizar variados sentimentos.

A presença de um adulto solidário e atencioso auxilia na superação das dificuldades, promovendo sentimento de segurança nas crianças. Confira algumas dicas preparadas pela orientadora e pela psicóloga educacional da Educação Infantil, Luciane Jordan e Nadine Cabral, sobre como contribuir para a saúde emocional das crianças. 

Forneça informações apropriadas à idade – Filtre as informações antes de transmiti-las às crianças. Limite a exposição delas à cobertura da imprensa e a conversas entre adultos sobre a pandemia.

Converse sobre a situação atual – Esteja disponível para conversar e responder as perguntas que surgirem, adaptando o conteúdo e a linguagem à idade da criança. (Saiba mais sobre o assunto neste link.)

Crie um ambiente físico e emocional seguro – Estabeleça uma rotina para proporcionar às crianças uma sensação de segurança e previsibilidade. Convide a criança a participar da organização das atividades que compõem o seu dia. É importante oferecer opções seguras, como jogos, arte, música, conciliando-as com as propostas encaminhadas pela escola.

Aproveite o tempo juntos – Distanciamento social não deve significar isolamento social, então, aproveitem o tempo com qualidade para estar com as pessoas importantes em suas vidas. A conexão social melhora as chances de as crianças desenvolverem resiliência às adversidades. As crianças podem, ainda, escrever cartas, participar de chats on-line com familiares e amigos, entre outras propostas de interação.

Mostre empatia e paciência – estabeleça limites quando necessário, oportunizando à criança falar sobre suas emoções diante das situações cotidianas.

Conte com o auxílio da escola – A Equipe da Educação Infantil permanece à disposição para auxiliar no que for necessário.