Nível 4F conclui o projeto “Meu Corpo”

4 de dezembro de 2019

Durante várias tardes, as crianças do Nível 4F da Educação Infantil passaram a fazer observações sobre a sua aparência, como cor dos olhos e do cabelo e diferença de tamanho, e de acontecimentos vivenciados por alguns colegas, como a troca do dente de leite e machucados, demonstrando interesse em saber mais sobre o próprio corpo. Foi realizada uma roda de conversa e uma votação para a escolha do nome do projeto. Surgiu, então, o projeto “Meu Corpo”. A pesquisa iniciou com a exploração do sentido do tato, por meio de uma experiência sensorial.

Na sexta-feira, 30 de agosto, as crianças foram ao Laboratório de Biologia e coletaram bactérias da boca, do nariz, das mãos e das orelhas. O material foi colocado em uma estufa e será analisado na primeira semana de setembro. Após a coleta, a turma fez um desenho coletivo sobre como as bactérias são.

O pai do colega Antonio Caon Diesel, o ortopedista Cristiano Valter Diesel, visitou a turma na segunda-feira, 02 de setembro. Ele falou sobre a importância de uma boa alimentação para os ossos ficarem fortes, respondeu a algumas curiosidades da turma, projetou imagens de partes que compõem o esqueleto humano e nomeou alguns ossos, ao mesmo tempo em que as crianças manipulavam pequenos esqueletos de plástico trazidos por ele.

Na quarta-feira, 04 de setembro, a turma foi ao Laboratório de Matemática e mediu a altura de cada integrante do grupo. Já na sala de aula, construíram um gráfico contendo a altura de todos em ordem decrescente.

O Laboratório de Biologia foi novamente visitado pelas crianças na sexta-feira, 06 de setembro. Lá, observaram as amostras coletadas (das mãos, orelhas, nariz e boca) na semana anterior. Ainda no Laboratório, puderam observar, a olho nu e também com o auxílio do microscópio, o desenvolvimento de bactérias e de fungos, que foram, depois, representados pelas crianças por meio de desenhos.

Na quinta-feira, 12 de setembro, as crianças observaram um esqueleto, que foi emprestado pelo laboratório de Biologia e está na sala da turma, e o reproduziram usando cola e cotonetes. Em outro momento, realizaram um experimento colocando ossos de frango mergulhados em diferentes recipientes, um contendo vinagre e outro uma solução gaseificada. As crianças registraram o experimento, para, nos próximos dias, seguir acompanhado as possíveis alterações.
Na semana de 23 a 27 de setembro, a turma explorou alguns órgãos e suas funções, como o coração, os pulmões, o estômago, o fígado, o intestino grosso e o intestino delgado e utilizou materiais de descarte criativo para reproduzi-los.
Na quarta-feira, 25 de setembro, as crianças foram ao Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS para observar as partes do corpo humano em tamanho grande e os órgãos dos sentidos.
No dia seguinte, 26 de setembro, a turma deu continuidade a um experimento e retirou os ossos que estavam de molho em duas soluções – vinagre e refrigerante -, observando a reação causada. As crianças espantaram-se ao perceber que o osso que ficou submerso no vinagre endureceu, enquanto que o osso que estava no refrigerante mudou de cor.
As crianças também receberam a visita de algumas famílias, especialistas na área da saúde, que dividiram os seus conhecimentos com a turma.
O projeto encerrou com uma visita da nutricionista do Colégio, Joseane Mancio, que falou sobre a importância de uma alimentação saudável e preparou uma receita especial, o “Biscoito do Coração”.  Os biscoitos foram servidos de lanche e as crianças levaram alguns para casa.