Com apoio da tecnologia, turmas do 2º ano têm avaliação diferente

31 de outubro de 2019

Entre os dias 31 de outubro e 1º de novembro, os estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental – Anos Iniciais fizeram uma atividade avaliativa diferente. Para avaliar os conhecimentos sobre conceitos de localização, ponto de referência, bairro e turnos do dia e da noite, eles tinham o desafio de, em duplas, codificar a Codipeia (uma lagarta de brinquedo que trabalha a lógica e programação) para chegar a um determinado local.

Primeiro, pegaram um envelope que continha o nome de um local e precisaram olhar na cidade, simulada em um tapete no chão, como fazer para chegar ao ponto indicado. Em seguida, programaram a Codipeia e observaram se o trajeto por eles programado levava corretamente ao local indicado. Após eventuais ajustes, deviam registrar no papel as informações solicitadas.

A atividade envolveu as disciplinas de pensamento computacional e conceitos vistos em Geografia, História e Matemática.