Estudantes analisam cena de crime em projeto interdisciplinar

14 de setembro de 2021

Santiago Nasar foi assassinado, e quem motivou ou participou junto com o assassino do crime? O personagem do livro Crônicas de uma morte anunciada, de Gabriel García Marquez norteou a realização de um projeto interdisciplinar de Literatura e Biologia, com as turmas da 1ª série do Ensino Médio.

Na semana de 13 a 17 de setembro, os estudantes analisaram a cena do crime em um local preparado pela professora do Laboratório de Biologia, Tanilene Persch, com o apoio das professoras de Literatura, Karina Predebon, e de Biologia, Sarah Peruzzi. Em sala de aula, os alunos aprenderam sobre papiloscopia, ciência que realiza a identificação humana pelas papilas dérmicas presentes nas mãos e nos pés.

Antes de irem até a cena do crime, os grupos receberam uma série de materiais para auxiliar na coleta das impressões digitais: bicabornato de sódio, soprador, lupa, pincel e fita adesiva. A arma do crime – uma faca- estava enrolada próximo ao local do assassinato.

Os estudantes recolheram a arma do crime, jogaram um pouco de bicabornato de sódio sob o objeto e usaram o soprador para retirar o excesso do composto químico. Depois, com a fita adesiva, coletaram três impressões digitais que estavam na faca. A última etapa da atividade foi comparar as impressões coletadas com o arquivo de papilar dérmicas dos suspeitos e indicar, em uma folha, a aposta do grupo.